30 de maio de 2012

A diferença está nos detalhes


Nunca o amei por suas qualidades, mas por suas fraquezas. Por ter sido fraco o suficiente para dizer que me amava, por ter sido fraco o suficiente para esquecer de si e lembrar de mim. Eu o amo, não pelos motivos óbvios, mas pelos menores detalhes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário